cachorroOs animais costumam se assustar com o barulho de fogos e rojões. Cães e gatos têm a audição muito sensível e dificilmente vão se adaptar aos sons muito fortes. O pânico desorienta o animal, que tende a correr desesperado e sem destino. Para evitar transtornos durante as festas de final de ano, garanta condições mínimas de segurança e um ambiente tranquilo para o seu amigo de quatro patas.

A Associação Humanitária de Proteção e Bem-Estar Animal (Arca Brasil) listou dez maneiras de amenizar o incômodo e evitar situações de risco para seu animalzinho de estimação durante este período. Confira!

1 – Coloque uma placa de identificação na coleira com o número do seu telefone (residência e celular), essencial para o caso de fugas. A coleira deve ser elástica, para evitar enforcamentos ao se prender em galhos ou outro objeto. O microchip é uma identificação definitiva, mas não elimina a necessidade da plaquinha.

2 – Verifique se muros, cercas e portões encontram-se em bom estado e são suficientes para impedir fugas, mesmo que o animal esteja apavorado. Pouco antes do horário mais crítico da queima de fogos, acomode o bicho em um ambiente o mais protegido possível dos barulhos, dentro de casa ou em área externa em que ele fique isolado dos perigos.

3 – Nunca deixe seu cão preso em corrente. Na hora do pânico, ele pode se machucar e até se enforcar. Se tiver mais de um, evite deixá-los juntos por precaução. Excitados pelo barulho, eles podem brigar e se ferir gravemente.

4 – Dê alimentos leves durante o dia, evitando os distúrbios digestivos provocados pela agitação e pelo pânico.

5 – Antes da queima de fogos, aproxime seu animal da tevê ou do aparelho de som e, aos poucos, vá aumentando o volume para que ele se acostume com o som alto.

6 – Se mora em apartamento, verifique se as telas de proteção estão firmes e seguras. Se não tiver tela, jamais deixe as janelas abertas, sobretudo se você tem gatos e não estiver em casa na hora dos rojões.

7 – Apesar de desconfortáveis, tampões de silicone ou algodão podem ser utilizados, mas devem ser retirados assim que o barulho cessar.

8 – Saia para passear, correr e brincar com o seu cão várias vezes no dia das comemorações, assim, ele estará mais cansado durante a queima de fogos e o medo dos rojões terá uma ação menor.

9 – Para os gatos, procure criar um cantinho só para eles, fazendo tocas com cobertores para aumentar a sensação de proteção. Abra portas de armários e deixe os lugares que eles gostam acessíveis, além de água, comida e areia próximos.

10 – Consulte um veterinário para saber sobre medicações e calmantes que podem tranquilizar seu bichinho. Muitas pessoas utilizam florais, que são essências extraídas de flores silvestres e auxiliam no equilíbrio das emoções. Os florais não têm contraindicações, mas é importante nunca dar medicamentos ao animalzinho sem a indicação médica.

 

Diário Gaúcho